Leandro Castan nega ter tido problemas com Germán Cano devido ao apoio do atacante à causa LGBTQIA+; veja vídeo
Quarta-feira, 24/11/2021 - 20:07
Em entrevista ao canal "Cara a Tapa", Castan falou sobre a polêmica que se envolveu no Vasco. Depois de postar uma frase bíblica no dia em que o Cruzmaltino realizou uma série de ações em prol do movimento LGBTQIA+, o zagueiro afirmou que foi "obrigado" a vestir a camisa feita em homenagem ao movimento. Apesar disso, o capitão do time negou qualquer tipo de problema com Cano, que levantou uma bandeira no duelo contra o Brusque.

"É mentira. Quando cheguei em casa, nem vi no jogo, a minha esposa que falou. Deixa ele levantar, problema é dele! Vou bater no cara porque ele levantou uma bandeira?! Eu respeito, mas eu tenho que me posicionar naquilo que acredito", disse.

Além disso, Castan deixou claro que não foi criticado nos bastidores do Vasco. Mesmo sendo criticado por torcedores, o defensor afirmou que sempre irá se posicionar sobre o que acredita, tendo em vista que a fé é muito importante em sua vida.

"Todo mundo me apoiou e sabe o que eu fiz. Muitos me massacraram dizendo que sou homofóbico, mas quem está comigo sabe que eu não sou. As pessoas esquecem que temos família. O que ele falam que eu fiz, fizeram comigo. É um assunto superado para mim, tenho minha consciência tranquila porque sou cristão. A única coisa que me posicionei foi colocar o versículo da bíblia", expressou.



Fonte: Torcedores.com (texto), Youtube Cara a Tapa (vídeo)