Juniores: Taubaté pede desculpas por gritos homofóbicos de sua torcida contra o Vasco na Copa SP
Quinta-feira, 10/01/2019 - 02:48
Na tarde desta quarta-feira (09), o confronto entre Taubaté e Vasco foi um dos que encerraram o grupo 27 da Copa São Paulo de futebol júnior, com um triunfo vascaíno por 1 a 0. Mas, fora de campo, gritos homofóbicos que partiram da torcida alviazul incomodaram o próprio clube.

Após a partida disputada no Estádio Joaquinzão, a diretoria do Esporte Clube Taubaté divulgou uma nota repudiando gritos homofóbicos contra o goleiro do Vasco, ao cobrar tiro de meta, e lamentou que o fato tenha ocorrido.

Na nota divulgada através das redes sociais, o clube afirma ser totalmente contra qualquer tipo de discriminação, independentemente de onde tenha partido e contra quem seja. O texto ressalta a luta contra preconceitos e afirma que atitudes como esta, mesmo praticada por sua própria torcida, não representa o Taubaté.

Confira a nota na íntegra:

"O Esporte Clube Taubaté lamenta a atitude de parte de nossos torcedores na partida desta quarta-feira, diante do @vascodagama, que entoaram gritos homofóbicos direcionados ao goleiro adversário.

Assim como o rival desta partida, o Taubaté tem uma história marcada por lutar contra preconceitos e a favor das minorias ao longo de seus mais de 100 anos. Por isso, atitudes como a desta quarta-feira são consideradas lamentáveis.

Vale lembrar que a atitude é proibida pela Fifa, e passível de punição ao clube. Ao mesmo tempo, a diretoria sabe que a atitude não é referente à totalidade de sua torcida, e sim de alguns poucos torcedores que não representam o Esporte Clube Taubaté.

O Clube lamenta profundamente que em pleno século XXI isso ainda aconteça. A diretoria pede que, nos próximos jogos, o torcedor corrija e denuncie quem cometer essa atitude no Joaquinzão. Nossa casa não pode ser palco de nenhum tipo de preconceito".

Fonte: Torcedores.com